Chocolate! chocolate! Eu só quero chocolate

Para este primeiro post resolvi escrever sobre um assunto muito caro à confeitaria, o chocolate.

É impossível pensarmos em doce sem pensarmos em chocolate.

E para a nossa grande felicidade, existem vários tipos de chocolate no mercado hoje: amargo, meio-amargo, ao leite, branco, diet, light, de soja…

Eu sei que muitas pessoas têm dúvidas recorrentes com relação a eles; mas depois deste post, ninguém mais terá.

Chocolate amargo

O chocolate amargo, também conhecido como dark, é a variedade que mais concentra cacau em sua composição, geralmente mais de 70%.

Sua principal característica é ter pouco açúcar e nada de leite. Uma excelente opção para veganos.

É o tipo de chocolate que mais traz benefícios para a saúde por ser rico em flavonoides, composto químico com ações antioxidantes, anti-inflamatórias, anti-hemorrágicas entre outras.

Mas por conta do seu sabor intenso é o menos apreciado pela maioria das pessoas.

Chocolate meio amargo

O chocolate, para ser considerado meio amargo, precisa ter de 40% a 50% de cacau em sua composição.

Leva um pouco mais de açúcar em seu preparo do que o chocolate amargo e dependendo da marca pode conter ou não, leite.

Por conta do seu sabor mais adocicado, é mais consumido do que o chocolate amargo. E também é o tipo mais usado na produção de brownies e bolos.

Chocolate ao leite

Este é sem dúvidas o tipo de chocolate mais consumido e apreciado em todo o mundo.

Leva em sua composição, em média, de 20% a 40% de cacau. Contém uma grande quantidade de açúcar e leite em pó. Tornando-o mais cremoso e doce.

O chocolate ao leite tem alto teor calórico e é o mais utilizado na feitura de todos os tipos de doce.

Chocolate branco

O chocolate branco é polêmico. Tem o time dos que amam, o time dos que odeiam e o grupo que afirma que ele nem é chocolate de verdade.

É a variedade mais calórica, pois tem alto teor de gordura e açúcar. Seu principal ingrediente é a manteiga de cacau.

Mas é chocolate mesmo? Sim. Desde que contenha mais de 20% de manteiga de cacau, de acordo com a ANVISA.

Chocolate Diet e Light

O chocolate diet surgiu para suprir o desejo de pessoas que adoram comer chocolate mas não podem com seu dulçor. 100% do açúcar é retirado de sua produção.

Mas isso não quer dizer que seja uma variedade menos calórica. Por conta da ausência do açúcar a quantidade de gordura é aumentada.

Já o chocolate light, tem uma redução de até 25% de algum nutriente energético, que pode ser o açúcar, a gordura ou a proteína.

É a melhor escolha para quem está em algum tipo de dieta restritiva. Mas se não for consumido com parcimônia não ajudará com a perda de peso.

Chocolate de soja

E finalmente, temos o chocolate de soja. É a variedade mais indicada para veganos e intolerantes à lactose; como não contém glúten também é ótima opção para portadores de doença celíaca.

É um alimento bastante saudável por conta de ser rico em nutrientes, proteínas e alguns fitoquímicos importantes como a isoflavona, que ajuda a diminuir doenças cardiovasculares, protege os ossos e diminui o colesterol.

Agora que você já sabe tudo sobre chocolate, é só escolher o seu preferido e se deliciar.

Publicidade